quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Início do fim

Às últimas notas da penúltima música do encore, meu coração batia desesperado, estávamos tanto tristes como felizes, tristes porque sabíamos que não voltaríamos como instrumentistas, e felizes por podermos vivenciar a experiência entre tantos alunos. Mais um maestro subiria ao palco e sabíamos que ao iniciarmos, finalizaríamos mais um ciclo. E este foi o início do fim.

Todos a postos, esperávamos pelos sinais do professor, e um misto de memórias e notas misturava-se em nossas cabeças. Alguns não tinham idéia alguma do que estava acontecendo, e entenderiam apenas quando pusessem os pés em casa e enxergassem que não haveria ano que vem. E que o Encore, seria apenas uma fase de nossas vidas tão passageiras. Aos sons da última música, eu lembrava da letra, lembrava dos momentos, e das tantas risadas, do início e do que era o fim.

A música era de "Malandragem" de Cássia Eller e soava triste, dizia que eramos poetas que não sabiam amar. Nunca gostei de "malandragem", nunca quis descobrir o que é não amar, mas a canção soava como triste, vazia no coração dos que iam embora, no coração daqueles que deixavam uma história e enquanto muitos paravam por um instante nas notas mais difíceis eu continuava como um soldado lutando pela última vez.

Triste é aquele que perdeu o dom de amar, desesperado é quem o quer reencontrar, desanimado é o que sente um vazio e único aquele que entende o que a música pode te fazer sentir. Assim, terminamos nosso ciclo, arcos baixaram, flautas não mais sopraram, e palhetas não tocaram mais as cordas. Foi então que o início tornou-se o fim.


Vai lá Valdir!

9 comentários:

Duuda disse...

Oiiie ^^
(não sei oque falar o.o)
tá trii o teu blog ;)
adoorei ^^
;***

Jobi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jobi disse...

Daviiiidd
pelancudo! :P

adoreeii o flog,apesar da preguiça eu li o teu texto(hahaha),bom...Só uma coisa a dizer,PARABENS!
:)~
além de desenhar escreve muito bem ^^
ehehheeh
beijãooo
floog ta shooow (Y)

Te adorooo
saudadee

;*

Anônimo disse...

aiiii meu... enxeu de lagrima meus olhos agoraaa =((

soh de pensa q esse ano n vai ter ENCORE pra gente, dah uma sensação taooo ruim no peito...tah loooko...

aaaaahh...eo kero ENCORE esse anoooo dnvo ='(

bjooo
KaroU

Adri disse...

Daviid,lindo o teu blooog.maravilhoso.adorei o texto do Encore,é triste que acabou mesmo,e sei que vou estar sentindo a mesma coisa que tu sentiu, quando for meu último ano.sabe,lá no Encore que fui,uma guria tava chorando no final,eu fui lá e pedi que tinha acontecido,e ela me disse que era o último ano dela.no fim,é toooda aquela confusão,de ensaio,de casa de hospedeiro,mas a gente sente falta.
Mas sempre me lembro daqueela noite que o Encore era em Vanêncio ee a gente ficou no show de sábado à noite conversando lá fora.
acho que era meu segundo Encoore ee que tri que foi te conheecer lá.=D

david,desejo muito sucesso na tua vida,continua assim,tudo de bom,muitas felicidades.
.o)\o.

Beijos,Adri.

Ovelha disse...

Bah, tu escreve bem cara
gostei do texto do encore, sei bem como é...

Muito bom teu blog, continua assim xD

até!

Duper Uper disse...

que eeeeemo. xD
brincadeira. :*

Triste deixar as coisas pra trás. triste TER que deixar. Mas se tivéssemos escolha, faríamos sempre as mesmas coisas, teríamos sempre os mesmos amigos e usaríamos sempre aquela cor que fica tão incrivelmente bem em nós. A step foward, please.
E que venham as coisas novas!

(alanis diz: "você fica pensando nas suas contas, no seu passado, nos seus ex'ses, ou simplesmente mal pode esperar pra ver qual vai ser a sua nova distração?")
distraia-se, duper.

Toca cachorro grande pra mim?

Camila disse...

nooossa
esse texto do encore ficou muito bom mesmo!
eu também fui e tal, tanto que nos conhecemos de lá, e eh com certeza muito emocionante, e malandragem ficou perfeita!

adorei :D
beijos amigo

MANU disse...

comentário criativo da manu ;D

Beeijão david!