segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Novo primo

Lajeado entrou em seus príncipios da primavera, um calorzinho que me deixa com dor de cabeça já começou a se instalar pelos arredores e tudo o que eu quero é esta sensação longe de mim. Quando o dia acaba pego um filme, caminho até o portão de casa e aquela ladeira anterior à minha casa me faz pensar em tudo e mais um pouco. Me lembra do quanto eu gosto de sair com os amigos, e que eu deveria começar a movimentar meus dias novamente. Faz algum bom tempo que eu entrei na rotina semanal de trabalho-casa, casa-trabalho, e pelo jeito cheguei no ápice do sentimento compatível.

Jogar sinuca, algum CS, talvez começar a jogar boliche, um cinema, caminhada, não sei ao certo. Podia até ligar pro Henn e ver se ele não quer dar uma volta de carro, só pra colocar o papo em dia. Sair da rotina e começar a viver um pouco mais do que o meu normal e comum dia a dia. Tudo isso cansa, principalmente quando a única pessoas com quem você conversa é seu(a) colega de trabalho. Com o tempo você passa a conhecê-los e passar com eles mais tempo do que com os verdadeiros amigos, o que acaba transformando tudo numa verdadeira confusão.
Pelo menos aqui em casa está tudo bem. Já se aproxima um ano que meu pai partiu e quanto a isso, sem problemas a resolver. O conjunto tem passado pelos seus momentos, afinal irmãos são pra isso mesmo, tirei mais tempo agora pra igreja e tomara que tudo corra conforme o esperado. Aumento de salário esse mês de trinta reais, já é alguma coisa. Comprei uma câmera digital, assinaram minha carteira, vou começar academia de novo, aulas de violão e quem sabe algo novo em relação aos amores. Ok, eu não vou começar nada com relação aos amores, todo mundo sabe, mas não custa fazer de conta. Esperança é a última que morre.

No final, todo mundo quer ser feliz e ter uma poupança suficiente pra pagar a faculdade dos filhos. Nota para o gravador, meu tio anunciou hoje que está esperando mais um filho, ou seja, primos, teremos mais um por aí. E desta vez pode ter certeza, esse vai seguir os passos do "Dé" aqui e vai entrar no inglês avançado. Nota-se de passagem que estes não são tempos fáceis, mas não importa, até o horário certo, tudo já voltou para o seu lugar, de verdade mesmo, tudo no seu lugar.

Eu acho que hoje eu vou poder levar 'Os reis da rua' pra casa...

Um comentário:

Leticia Dutra disse...

Maiis um primo sempre³ eh bom, ehehe!
Eu adoro o jeito que vc fala da sua viida, um jeito especial, slá, diferente! Gostoso sabe, bom de ler, facil de entender.
É tão bom ficar lendo o que vc escreve, não sei bem o porque, mais isso tudo me transmite muita calma e paz! :)

;*