terça-feira, 18 de novembro de 2008

I just miss it

Então eu falhei. Eu perdi o foco, eu perdi, estou perdido. Se eu pudesse apenas pintar um quadro retratando minha tristeza, seria alguém que após ter cansado de correr, sentou na estrada. Eu odeio o fato de ter deixado cair das minhas mãos. É frustrante. Tudo que eu quero é ser alguém sem falhar, ou pelo menos fazendo o máximo pra nunca falhar. A frase "ninguém é perfeito" ecoa na minha cabeça, a "errar é humano" também aproveita pra cantarolar, mas eu simplesmente não aceito o fato de não ter conseguido chegar em uma constante. A verdade é que a cada dia que passa eu tendo a não sentir tanta importância pelo assunto, o que me assuta muito. Já tomei várias decisões, e ultimamente imagino ter de usar opções extremas.

Eu realmente queria saber quem é o meu novo anônimo, que anda elogiando os textos. Na verdade eu deveria apenas ficar feliz por não estar criticando como o último, mas como qualquer pessoa, aquela curiosidade acaba matando. Acho que eu consigo conviver com isso, e não anônimo eu não acho nada do que tu escreve sem fundamento. E lá vamos nós mais uma vez. Desta vez o anônimo se puxou, mulher, jovem, cristã, não me sobram muitas opções sobre quem seria, se os adjetivos estiverem corretos. Que seja, todos tem direito de ser o que quiserem, e eu de escrever o que penso.
Ontem eu lembrei do tempo em que eu guardava facas na manga e olhava estrelas do teu lado. Apaixonado. Chato, cansado de tudo isso. Amor, paixão, paixonite aguda, opções das quais tenho fugido ultimamente. A memória, lembranças, pensamentos persistem em me levar àqueles dias refrescantes, e eu deixo, porque não estou realmente voltando pra lá. Além disso, vi algo estes dias que me deixou de boca aberta. Não por fora, mas incrível por dentro. Me abobei, fazia tempo que eu não via este tipo de substantivo, chegou a ser bonito daquelas de guardar na memória.

Eu ainda tenho sonhos, motivos pra viver, e continuar tentando ao máximo ser mais do que uma marionete. Talvez desta vez eu não perca, me forme, tome sentido, direção, desodorante, ou o que te faça confundir a cabeça. Eu quero mais é formar grupos, levantá-los. Chutar os improváveis, os pessimistas e as amarguras, e deixar que aqueles que ainda têm esperança nestes tempos de colher boas bençãos possam correr nos campos espalhando a palavra do Pai. Quem sabe o quão longe eles poderão ir.

Então tá conjunto, segunda janta lá em casa, vai ter pizza, levem o refri, eu levo o "Grande Dave"!

3 comentários:

Anônimo disse...

e cá estou mais uma vez porem desta para demonstrar como me sinto aliviada por saber que vc n viu meus comentários como bobagens inúteis ..(ufa!!)realmente é um alívio.tenho q reconhecer q a boa parte daqueles q me rodeiam preferem minhas piadas do que meus comentários alusivos,com isso muitas vezes me senti fútil demais superficial demais até encontrar textos que se batem com características semelhantes aos meus ..e de repente ler um deles onde meu anonimato se destaca!?nossa isso me deixou no mínimo atônita, porem quero q saiba q me retenho na clandestinidade não pelo fato de não querer mostrar-te quem sou mas sim porque feliz ou infelizmente minha existência não interfere na sua ,minha identidade não alterará em nda de sua vida visto que sou apenas uma desconhecida(não q eu não saiba qm é vc EU te conheço, mas de longe digamos que freqüentamos lugares em comum) só por tal razão prefiro deixar minhas declarações sem destinatário e continuarei assim, ainda mais depois de saber q vc sobreviverá a curiosidade heheh bom mas no mais vc acertou sou crente mesmo..jovem?é...alguns me dizem q ainda posso ficar na categoria das crianças mas acho q o peso dos 17 me obriga a ser chamada de jovem.contudo estou aqui para agradecer já q quem saiu ganhando nessa história fui eu além de encontrar publicações estonteantemente profundas tbm tenho o prazer de comentar e mais!!!ganhar um parágrafo de um texto seu só p ''o anônimo''muito obrigada mesmo.Mas..deixando meu egocentrismo de lado... nunca foi fácil para o homem admitir suas falhas e nunca será.Porem o cantarolar do ''errar é humano'' não se condensa apenas num jargão vulgar, no nosso caso creio q essa musica venha do mesmo vento impetuoso q passou pelo vale de ossos secos fazendo os nervos se ligarem e a pele se formar novamente por cima daqueles que nem o espírito de vida tinham mais ,e levantando-os como um exercito não apenas numeroso mas também vivo!!O incrível é q o nosso Deus deu essa visão p o profeta p q ele anunciasse q o EU SOU abriria as sepulturas e traria a vida e esperança novamente...vc pode estar cansado mas o fato de estar sentado na beira da estrada não precisa significar necessariamente q vc não conseguiu, apenas q está tomando fôlego para continuar a corrida...''quem sabe o quão longe nós poderemos ir'' (exceto se vc não quer mais) feliz dia |||(por favor não fique bravo comigo pelo q digo não quero ser vista como intrometida apenas como alguem q gosta muito de ler o q vc escreve e q ve nos comentarios a unica maneira de valoriza-los)

Anônimo disse...

agora as peças se encaixam...17/09/08-estrelas ,facas na manga ,paixão-só agora depois de ter me deparado com o 'for blue skies'é q as coisas fazem sentido , as frases tomam outro rumo e entendo p qm verdadeiramente foi dedicado as linhas da ultima 'explosão'.Na verdade até onde meu senso de interpretação consegue chegar (se ainda não foi danificado pelo cansaço)consigo só agora perceber q os dois ultimos paragrafos -q antes eram vistos por mim como incógnitas sem sentido-assim como TODO o texto foi destinado a mesma pessoa q é tão especial p vc ... tudo tomou forma perante meus olhos ,já consigo ver q meu comentário acima deveria ter sido evitado já q tomei posse do'eu gostaria realmente d saber qm é meu novo anonimo' sem ser digna, sendo q vc provavelmente julgava já saber qm era ,só me resta as desculpas..imagino sua decepção em perceber q não sou o anonimo q talves vc quisesse q fosse.Tomei posse de algo q não era destinado a mim (como de costume hehe)



Mas sabe, tenho q admitir q o texto do dia 17/09 quase conseguiu arrancar lágrimas de qm já cansou de ter sentimentos pq esses nunca me poupam em se transformar (como ja dizia um poeta)em'dor e lixo'.






feliz vida!!!

Lili disse...

Teus textos são ótimos Potter, sendo esse último merecido de destaque, mas sendo sincera...


Esse teu anônimo aí escreve muito bem, mas bem mesmo!! Me peguei fazendo esse comentário, mais para elogiar o comentário da tal anônima que qualquer outra coisa.

É o que dizem: ""Num deserto de almas também desertas, duas almas especiais se reconhecem de imediato."

Creio que isso se aplica à vocês dois, tu Potter, e tua anônima.